segunda-feira, 17 de julho de 2017

A minha vida é uma fiadoria de mim e como não tenho nada para abonação; BH, 090210402007; Publicado: BH, 070702014.


A minha vida é uma fiadoria de mim e como não tenho nada para Abonação, 
Para deixar de fiança, deixo, então, a minha vida; 
Deixo a fiadura do meu destino e a fiação do meu pensamento;
Nada tenho como garantia ou confiança e em responsabilidade
Financeira, não se pode nem falar comigo, vede os bancos que
Deram-me créditos, todos foram lesados; mas ladrão que rouba
Ladrão tem cem anos de perdão e se alguém se obriga a efetuar
O pagamento de débito de terceiro, na hipótese desse não cumprir
O que se pensa aprazado; esse alguém não sou eu, que não pago
Nem o meu, fiandeiro das letras, tecelão das palavras, num país de
Iletrados; minha literatura é um fiapo, sito-me um escritor sem fio
E um poeta farrapo; pois, sem leitores, quem irá fiar em mim? se
Sei tecer, urdir e tramar com as coisas do pensamento e da
Inspiração, não tenho para quem vender, nem à vista ou a prazo,
A crédito; quem irá confiar nu fiasco? escritor no país é visto como
Êxito desfavorável, poeta é vexatório, poema é ridículo, poesia é
Entediante, coisas de más figuras; na escrita também também 
Acontece a metáfora da italiana que significa frasco e há duas 
Explicações, as peças artísticas não bem sucedidas eram 
Transformadas em frascos; ou as peças estragadas eram 
Lançadas em um frasco, e assim é a literatura não fiável, que 
Não se pode fiar uma ideia, tecer um ideal, não tem fibra nem
Cada um dos filamentos que dispostos em feixe, constituem
Tecidos animais e vegetais ou certas substâncias minerais; 
Por isto é necessário o filamento na criação ou ela torna-se
Uma fibrinha, uma fibrila, sem energia, firmeza de caráter ou
Valor moral, pequena, será menor do que a fibrilha; na boa 
Composição, não pode haver fibrilação, tal o tremor muscular e 
O estado de atividade, especialmente do músculo cardíaco, em
Que fibras isoladas provocam contrações incoordenadas, a 
Fibrilar em vão dispostas em fibrilas, a vibrar em vão, a apresentar
Fibrilações cardíacas, se o corpo já está morto, o cadáver não 
Serve para mais nada, o quê se pode fazer? tornar ao verbo? 
Amplificar a dor? exemplificar o sofrimento? retificar sem tempo
Suficiente? eterificar o universo? panificar para não dividir? alguma
Coisa está errada; e há de se convir que continuará tudo errado,
E o homem poderá ser o responsável por tudo; quer quedar-se no
Erro e permanecer na falta; cada dia ficar a mais é um desastre, não
Entendemos que a permanência nossa aqui só depende de nós;
Então, chegou a hora de ser fiel, chegou a hora de ser pontual
Com o futuro e probo um com o outro; a sobrevivência exige o
Exato, o pensamento verídico, a palavra firme e o amor leal; cada
Um seja juiz, árbitro dos próprios atos; e o fio ou ponteiro para
Indicar o perfeito equilíbrio da balança, cada um seja o ajudante
De tesoureiro fielíssimo e fidelíssimo; cada um que seja aquilo
Que tiver projetado ser, o melhor possível; minha vida não pode
É mais ficar sem juízo, sem conceito e sem definição; minha vida
Precisa de mim, de rumo, de norte e de direção, sentido e razão;
Minha vida precisa de ser espelho para quem a olhar, uma vida
Com destino, pois, o amanhã, a chegar, poderei ser uma referência
Ao nascer do sol; poderei ser um conceito e ter um conceito na
Fenomenologia da vida, com reflexão e a busca incessante, a
Procura contínua, constante, assídua, do mais elevado pensamento
E estado de espírito, qualificação da alma e presença de ser; minha
Vida, eu a quero ter assim, com caminho conhecido e distante do
Que não é certo; e quanto ao teor problemático, ao gosto duvidoso
E à personalidade variável e ao caráter hesitante, ao aspecto incerto,
Perderão todo o incentivo comigo; o estimulante será o mais natural
Possível e tudo que excita e tudo aquilo que estimula e causa Estímulo,
Não conhecerão química depressiva e destrutiva; a incitação será Boa,
Com exortação ao bem, sem olhar a quem e ao servir também, pois, 
Quem não vive para servir, não serve para viver e assim farei o Possível
Para que tudo seja um dia possível para todos, não só para mim, Pois,
Tenho que querer o que meu coração quer e o que meu coração Quer,
É um bem-querer sem fim; o que o meu coração quer, é o melhor Para
Todos e também para mim e a minha vida será regida pela orquestra
De cordas do meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário