quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Oh meu Deus do céu manda uma luz para mim; BH, 070502001; Publicado: BH, 01401202013.

Oh meu Deus do céu, manda uma luz para mim, 
Uma lâmpada nos pés, uma lamparina, um dia,
Um espaço de tempo que decorre desde o
Nascer do sol até o pôr do sol; e num 
Espaço de vinte e quatro horas, que 
Termina à meia-noite e no tempo que leva
A Terra para dar uma volta em torno do 
Seu eixo; e no estado da atmosfera e
Nesta época, manda, oh, meu Deus do céu,
Uma resposta para mim e que eu tenha o
Cotidianamente cheio, como um dia de  
Muito trabalho e ocupações, de agitações 
E sem divertimento; sem festa de dia de 
Anos e de aniversário e afasta de mim o 
Dia de São Nunca, o dia que nunca chegará
E que todo dia seja o imprensado, o útil que 
Fica entre o domingo e um feriado, ou
Entre dois feriados e que não haja mais
Feriados; e só o santo e o sagrado, às
Festividades de um acontecimento, de um
Santo importante da igreja e que todo dia seja
Dia útil de trabalho e de semana, para que
Todos possam andar e estar com suas contas,
Tarefas, incumbências organizadas, desempenhadas
E pontualmente; e que a morte não venha de
Um dia para outro, de repente, sem mais nem
Menos, num abrir e fechar de olhos, pois, quero
Morrer velho, Senhor, bem velho, mais do que
A idade dos meus pais, apesar de saber que
Estou com os dias contados e tenho pouco
Tempo de vida e já ando ameaçado de morte;
Porém, a tua misericórdia é infinita e quando
Menos se espera, olha ela aí a nos libertar e
A abençoar e ensina-me a olhar para o amanhã.
A acautelar-me, a prevenir-me e preparar-me
Para o futuro, Senhor; e livra-me da diabete, a
Doença caracterizada pelo aumento da taxa de
Glicose no sangue e no organismo e ponha
Meus pés na diábase, na rocha maciça.
Granulosa de cor verde-escura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário