terça-feira, 1 de agosto de 2017

Senhor e quando daquele contrato que fizemos; BH, 0240602002; Publicado: BH, 0100102014.

Senhor e quando daquele contrato que fizemos
E que o Senhor curastes a paciente, fiquei empolado
De orgulho, exageradamente pomposo e soberbo e
Com a empáfia de ter um Deus; depois de encurralar
Asmodeus, prender no chiqueiro Lúcifer, encerrar em
Pocilga Belzebu, empocilgar os demais demônios no
Inferno, peço ao Senhor, agora, que cures a visão
Da outra paciente, minha irmã também, ambas
Servas tuas; deixes, Senhor, o mal empoçado lá
Onde ele deve estar; deixes-o separado, na poça
De enxofre em que se formou; a paciente está com
O olho empoado, coberto de pó, assopres o olho
Dela, meu bom Deus; retires a emplumação que
Impede a sua visão; faças um emplastro, um
Medicamento que amolece com o calor e adere
Ao corpo; faças um remendo, não um conserto
Mal feito, para que ela não seja uma pessoa
Doente e inútil, cacete e importuna; Jesus,
Quando curou o cego, usou um modo diferente
De emplastro, cobrir com lodo de saliva e terra,
Num emplastramento sagrado, numa emplastração
Santa, que acabou por devolver a visão ao cego;
Faças também, Divino Espírito Santo, uma emplastação,
Ou uma emplastagem, um novo modo de revestir, ou
Emplasmar, e que sirva para curar as retinas da serva;
Faças um emplasmado coberto que não a deixe com o
Olho cheio de feridas, e nem com o olhar achacadiço;
Retires a empesgadura, e tudo que venha empesgar
Os olhos de minha paciente, tua serva; ó Senhor meu
Deus, Divino Espírito Santo, sangue de Jesus Cristo, 
Impeças que venha empiorar a doença no olhar da
Serva; não podes tornar pior, nem piorar com o tempo,
E nem agravar: é para curar; em nome de Jesus, com
A ajuda da Legião de Anjos celestiais; com o poder de 
Deus, Todo Poderoso, e a Luz Santa do Divino Espírito
Santo, lavro este outro contrato, e já brevemente
Gostaria de saber do resultado positivo, amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário