segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Sim e pretendo um dia despir-me de todo o meu conteúdo de mim; BH, 02101102000; Publicado: BH, 01701202013.

Sim e pretendo um dia despir-me de todo o meu conteúdo de mim
E com toda a comprobação do meu desnudamento; e nu e  
Com toda a comprovação da minha nudez, passar um
Comprovante aqui, através destas combalidas letras; e ver 
O meu nu comprobante, livre de toda a descarga, solto 
Igual a um ser comprobativo que foi despido de tudo; e 
Poderia ser o comprobatório, o vestígio que contém a prova
Do que foi dito, ou expresso, comprometedor e que, 
Compromete e pode comprometer, expor, e arriscar o meu
Intento de empenhar, de tomar compromisso de assumir com
Total responsabilidade e comprometimento de só desnudar-me
Das promessas, das obrigações entre pessoas, dos ajustes,
Das convenções e da convenção da dívida e do acordo político;
Não quero mais dispor-me de ser compromissório, de ser 
Compromitente; nem com comprovação e o comprovar, só o nu
Comprovador, o desnudo que comprova, que pelo menos tentei;
Passar recibo e documento, tal realização de uma despesa, é o 
Comprovante que tenho a apresentar, a prova, a confirmar e a
Corroborar em ato de compulsação, em feito de compulsador,
Que nos faz compelir, voltar atrás na compulsa, desistir da
Compulsão, do examinar o que foi extirpado, manusear os
Manuscritos, compulsar os documentos, publicar os livros, com
As impressões escritas, sem obrigar e compelir os corpos ao
Instinto compulsivo, à compulsória mórbida, a aposentadoria
De funcionários civis e militares, por limite de idade, mandado
De juiz de instância superior para o de instância inferior, que
Compele no compulsório da compunção; o pesar que carregamos
Por falta, por pecado, por falha, por todo erro cometido, toda
Contrição a compungir, despertar e afligir no arrependimento,
Sentir na computação dos sete pecados capitais, que nos foram
Impostos, não sei por qual computador, com cômputos e
Cálculos da última geração; o computar calculista que tenta nos
Livrar, igual ao aparelho calculador dos problemas complexos,
0 eletrônico que é feito à base de máquina de circuítos para
Efetuar operações de maneira quase instantânea, ao calcular
E comparar para orçar a nossa dor e ajustar o computável
Com a contagem comum de muitos e de todos, feito em
Comunidade, em sociedade, habitual, o normal que se transforma
Em banal; o geral e vulgar, que agrada a maioria na comuna, na
Cidade que, na Idade Média, tinha certa soberania; a revolução
Que se instalou em Paris, em 1871, a tentar o benefício da 
Comunidade, do município; e o comunista comunal Karl Marx que,
Comungante, quis nos legar uma nova maneira, do que comunga,
Uma nova forma de comungar, de receber um sacramento de
Comunhão, voltado para partilhar de crença e de opinião e de
Partido político; a melhor maneira de participar, de estar de acordo
Pelo bem comum; com participação e propriedade em comunicação,
Identificação da Eucaristia que só beneficia o clero, a congregação
Dos que professam a mesma fé no poder do capital, dos bens, no
Regime matrimonial que os bens dos esposos pertencem a ambos; e a
Comunicabilidade fica registrada, em comunicação, em informação e
Aviso na união cuja passagem, caminho, ligação, não leva mais ao
Até a morte os separe; e sim até o próximo desquite, ao próximo
Divórcio, o comunicado de origem oficial, a declaração de interesse 
Pessoal divulgada pela imprensa, rádio, televisão, o fim de uma 
União, na voz do comunicador; no grito do que comunica, que serve
Para comunicar, espalhar aos ventos, os dissabores alheios, no efeito
Comunicante, causado doravante, um fazer saber, um participar para
Pegar por contágio, transmitir o vírus, estabelecer a comunicação e o
Corresponder comunicativo que estabelece com facilidade sociável,
E cordial a nudez que não pronuncia uma palavra fatal de letra real.


Nenhum comentário:

Postar um comentário